MIX 3 – Mulheres Pela Paz

As mulheres vítimas de violência em Barbacena passaram a ter um grande apoio na busca de uma vida mais segura. A Prefeitura Municipal inaugurou na manhã da última quinta-feira, 11, a Casa ‘Mulheres Pela Paz’, localizada na avenida Governador Benedito Valadares, no bairro São Sebastião. Na Casa, a mulher encontrará atendimento na área de psicologia, advocacia e de assistência social. O espaço foi idealizado pelo movimento ‘Ser Mulher’, uma iniciativa social coordenada pela primeira-dama de Barbacena, Paula Andrada, que trabalhou na busca do apoio financeiro e parcerias para a adaptação do imóvel. A coordenação da Casa ficará sob a responsabilidade da Secretaria Municipal de Coordenação de Programas Sociais -Secops, conforme estabelecido no Decreto Municipal n° 7.653/2014. A casa funcionará das 8h às 18h, de segunda a sexta-feira.

O prefeito Toninho Andrada, durante sua fala, destacou que a Prefeitura Municipal, desde o primeiro momento deu o apoio decisivo para a iniciativa coordenada pela primeira-dama, Paula Andrada, através do programa ‘Ser Mulher’, para receber as mulheres que são vítimas de violência doméstica. “O poder público precisa dar uma resposta a esses problemas e a resposta esta aqui, a prefeitura se aliou à sociedade, às polícias Civil e Militar e aos movimentos e entidades representativas da cidade para poder abrir essa Casa, que antes de tudo é uma Casa de acolhimento, de ajuda àquelas mulheres que precisam de apoio, de orientação. Nossa administração está a todo o momento com o olhar voltado pra as questões sociais e aberta a parcerias deste cunho social”, pontuou.

Segundo Paula Andrada, através do ‘Ser Mulher’ é que foi possível arrecadar os recursos junto à sociedade para dar estrutura básica ao projeto. “Temos aqui o resultado dos eventos beneficentes e das parcerias que fizemos. Demos o primeiro passo. Uma grande conquista para Barbacena. A barbacenense vítima de violência carecia de um atendimento que vai além daquele que é próprio da Delegacia de Mulheres. Essa Casa dará às mulheres que nos procurarem o suporte para que tenham melhores condições de superar esse ciclo de violência a que são acometidas”, disse a primeira-dama.

Para Flávia Murta, delegada de polícia da Delegacia de Mulheres de Barbacena, a inauguração da Casa concretiza um sonho tanto da polícia civil quanto de todas as mulheres que lutam pela coibição da violência doméstica. “A Prefeitura acertou com essa iniciativa, tornando-se também uma das pioneiras nesse trabalho. É muito importante a prefeitura se sensibilizar nesse sentido de fomentar essa discussão sobre violência doméstica. A prefeitura está de parabéns e a polícia civil está ao lado dela ombreando para que possamos fazer o melhor trabalho possível em prol dessas mulheres que são vítimas de violência”, salientou.

Quem também elogiou a atitude da prefeitura foi Elaine Matozinho, delegada de polícia e vereadora em Belo Horizonte. “A Prefeitura de Barbacena, através do prefeito Toninho Andrada e da nossa primeira-dama Paula, deu um enorme passo para que possamos ajudar aquelas mulheres vítimas de violência, que estão com a autoestima baixa, que precisam de um atendimento e de um apoio do poder público. Essa iniciativa vai ajudar ao trabalho da Delegacia de Mulheres, porque a delegada precisa desse espaço para fazer o encaminhamento das mulheres que registram ocorrência, a fim de terem os atendimentos que serão oferecidos”, destacou.

De acordo com Rita Candian, Secretária Municipal de Coordenação de Programas Sociais, a Casa estará recebendo as mulheres que serão encaminhadas pela delegacia de Polícia de Mulheres ou aquelas que procurarem diretamente a instituição. “Toda uma equipe estará aqui à disposição dessas mulheres para dar a elas todo o suporte que precisarem”, disse.

(Visited 27 times, 1 visits today)

You might be interested in